sábado, 3 de novembro de 2012

Dicas para prova do ENADE 2012!


http://www.youtube.com/watch?v=skUhTTi079A (Entrevista no Tema Jurídico sobre o ENADE-2012 para os cursos de Administração e Direito)


O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes - ENADE nesta edição de 2012 é destinada aos pré-concluintes e concluintes dos bacharelados e cursos técnicos que realizarão a avaliação. Particularmente para os bacharelandos em Direito, merecem ser pontuadas algumas considerações como forma de despertá-los para importância desta avaliação, bem como para o processo de ensino aprendizagem nos cursos superiores no Brasil. Afinal, antes de ser configurado como um sistema de avaliação deve ser encarado como um momento de avaliação do aprendizado, percebendo-se aquilo que foi construído ao longo dos últimos cinco anos de graduação, inclusive apontando a partir dos resultados, os elementos que são considerados positivos e aqueles que por alguma razão precisam ser melhorados.
Conforme reza o Sistema de Avaliação dos Cursos Superiores no Brasil: "O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) analisa as instituições, os cursos e o desempenho dos estudantes. O processo de avaliação leva em consideração aspectos como ensino, pesquisa, extensão, responsabilidade social, gestão da instituição e corpo docente. O SINAES reúne informações do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) e das avaliações institucionais e dos cursos. As informações obtidas são utilizadas para orientação institucional de estabelecimentos de ensino superior e para embasar políticas públicas. Os dados também são úteis para a sociedade, especialmente aos estudantes, como referência quanto às condições de cursos e instituições". Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php/?id=12303&option=com_content&view=article).
A questão da prova do ENADE não diz respeito apenas ao conceito institucional e conceito do curso, na verdade, se refere ao futuro profissional, ou seja, aqueles que se submeterão ao exame, que receberão o CONCEITO DO ALUNO. É preciso enfatizar que são os concluintes dos cursos avaliados quem ficarão com as notas individuais e não a Instituição de Ensino, ou seja,  o resultado geral é que servirá como parâmetro para que o Ministério da Educação - MEC avalie a qualidade dos alunos que saem das faculdades e a partir deste resultado se possam criar mecanismos políticos e educacionais para equacionar os problemas encontrados, caso existam. Cada pré-concluinte e concluinte receberá sigilosamente suas notas após o resultado oficial do ENADE, além do que só receberá o Diploma do curso de graduação os que realizarem o exame, já que o "Exame Nacional de Desempenho do Estudante - ENADE" é considerado um componente curricular e deverá ser inscrito pela Instituição de Ensino no histórico escolar do concluinte. Caso o provável concluinte não realize a prova do ENADE, este não receberá o diploma e deverá aguardar novo exame nos próximos três anos (cada bloco de cursos de graduação é avaliado trienalmente) ou requerer mediante comprovação documentada o motivo pela ausência junto ao SINAES.
No entanto, é preciso lembrar que este modelo de avaliação já é convencionado como um sistema de avaliação externo, que se reflete e se refletirá ainda mais no desempenho do profissional recém formado e na sua inserção no mercado de trabalho. Sobre as notas da prova do ENADE, que ficará individualmente com cada aluno, juntamente com seu histórico e seu diploma, já são utilizados como critério de classificação e seleção em empregos, como, por exemplo, como critério de seleção em escritórios de advocacia, estágios forenses e particulares, concessão de bolsas de estudos em programas de pós-graduação etc.
Na verdade, já há escritórios de causídicos em diferentes localidades, a exemplo de Campina Grande-PB que só aceitam estagiários e recém formados oriundos de Instituições de Ensino Superior avaliadas  com bons conceitos no ENADE e no conceito institucional (no caso do curso de Direito da Facisa, na última avaliação ser conceito é 5, a nota máxima). Além disto, somam-se os concursos jurídicos que tem inseridos critérios cada vez mais ligados as avaliações institucionais.
Quanto ao estilo da prova do ENADE, embora não seja um modelo por excelência, tem sido um modelo de prova que tem correspondido às necessidades do Sistema de Avaliação. É, endogenamente, reprodutor de uma forte tendência na formação jurídica no Brasil. O profissional de Direito do século XXI deve estar antenado com as transformações e as conjunturas políticas, sociais, econômicas, culturais etc., principalmente porque passa o mundo hodierno, inclusive marcado por uma forte tendência jurídico-dogmática, mais também de formação humanista do direito.
Desde que o Conselho Nacional de Justiça - CNJ a partir da resolução 75 determinou que na segunda e quinta fases de concursos para magistratura estadual e federal, os candidatos devam ter conhecimentos jurídicos que se articulem com uma formação humanista, que surgiram novos mudanças em outras seleções, exames e concursos de natureza jurídica, a exemplo do Exame da Ordem, que a partir de 2013 por determinação do Conselho Federal da OAB passará a exigir conhecimentos humanistas na primeira fase. Já há estudos para que os resultados do ENADE possam ser utilizados como critérios de seleção/classificação para o Exame da Ordem, assim também como ocorre com o Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM em relação ao vestibular.
Além do critério de avaliação, o ENADE também é critério de concessão de bolsas de estudos nas Instituições de Ensino Superior privadas. Quem não conhece algum amigo, parente, vizinho etc. que se inseriu na faculdade por meio de FIES ou PROUNI? Este ano o Exame outorgou a responsabilidade aos ingressos do primeiro ano dos cursos avaliados o preenchimento do questionário socioeconômico e para os alunos do 9° e 10° períodos a responsabilidade de serem avaliados e representar as Instituições de Ensino, mais também de representar aqueles que precisam das bolsas para permanecerem nos cursos superiores privados. Caso a Instituição e os alunos tenham maus despenhos no ENADE (conceitos 1 a 2), a Instituição poderá sofrer penalidades, como, por exemplo, o corte imediato ou gradativo das vagas e das bolsas de estudo.
E sobre o conteúdo da Prova?

Para os que farão a prova do ENADE no dia 25 de novembro, algumas sugestões merecem ser pontuadas:
1°. Não esquecer de levar documento de identificação (Carteira de Identidade - RG) e caneta esferográfica de tinta azul ou preta;
2°. A prova tem 40 (quarenta) questões. Formação Geral (10 questões) e Formação Específica (30 questões).  A prova tem duração de 4 (quatro) horas, iniciando as 13 h.;
3°. Sobre as questões objetivas e discursivas, além do questionário socioeconômico é importante desenvolvê-las da seguinte forma:
Questões de múltipla escolha

·         - Leia a raiz da questão e tente formular uma resposta antes de consultar as alternativas.
·         - Analise todas as alternativas, mesmo tendo localizado a resposta que você acredita ser a correta.
·         - Certifique-se de que as marcações na folha de respostas conferem com os números das questões.
·         - Analise atentamente ilustrações. Em geral, figuras, tabelas, quadros, gráficos constituem parte importante da questão.
Questões discursivas

·         - Leia, inicialmente, todas as questões.
·         - Anote as idéias principais e secundárias que vão ocorrendo durante a leitura.
·         - Atente para as instruções dadas em cada enunciado. Ordens como “Analise”, “Exemplifique”, “Compare”, “Justifique”,
·         - Descreva”, por exemplo, determinam diferentes tipos de raciocínio.
·         - Leia atentamente os textos, ilustrações e a raiz (o enunciado) da questão: tudo é importante.
·         - Faça um esquema de resposta para cada questão, conforme a instrução recebida.
·         - Inicie pelas questões mais simples.
·         - Utilize terminologia técnica, sempre que necessário.
·         - Seja consistente e sucinto em sua resposta: divagações não contribuem para a qualidade do conteúdo.
·         - Releia suas respostas e acrescente detalhes, enriquecendo o conteúdo e corrigindo eventuais erros de linguagem.
No questionário socioeconômico do ENADE

·         - Preencha cuidadosamente os elementos de informação (nome, idade etc.).
·         - Leia com atenção o que é solicitado.
·         - Selecione criteriosamente a alternativa que corresponde ao que você pensa.
·         - Procure informar o que sabe, mesmo que parcialmente, evitando a alternativa de resposta “Sem informação”.

4°. Ter tranqüilidade durante a prova, controlando o tempo, procurando resolver primeiro as questões de maior conhecimento e domínio, deixando as demais para depois.
5°. O estilo das questões que serão cobradas na prova do ENADE tem uma forte conotação reflexiva, em que são cobradas Competências Cognitivas e Argumentativas, além do Pensamento Crítico cujo objetivo é sensibilizar e instrumentalizar os participantes sobre o uso de ferramentas didá­ticas desenvolvedoras das habili­dades cognitivas em qualquer atividade educacional, disciplina ou tema.
- Os conteúdos da prova quando envolvem Competências Cognitivas & Pensamento Crítico cobram nas questões, elementos ligados aos verbos:

* Analisar: separar um todo (objeto ou realidade) em seus elementos básicos.
* Avaliar: atribuir valor a algo (objeto ou realidade).
* Classificar: distribuir em grupos (categorias, classes ou tipos) um objeto ou mais, por semelhanças.
* Comparar: identificar as semelhanças e diferenças existentes entre dois ou mais objetos.
* Definir: delimitar uma idéia ou objeto, de modo a indicar sua significação precisa e distingui-lo.
* Descrever: apresentar as características ou atributos de um objeto, idéia ou fato.
* Exemplificar: demonstrar algo, promovendo sua confirmação, através da indicação de fatos ou idéias.
* Explicar: tornar algo claro ou inteligível através da identificação de relações de causa e efeito.
* Interpretar: atribuir significado a algo (objeto, idéia ou fato), ou seja, enunciar o que ele representa.
* Sintetizar: combinar elementos diversos ou partes em um todo coerente explicitando a essência.

- Já quando as questões estão relacionadas as Competências Argumentativas e Pensamento Crítico exigem do candidato uma leitura e interpretação das questões a partir da:

* Argumentar: defender idéias e posicio­namentos por meio de fatos, outras idéias, princípios e/ou razões lógicas.
* Análise Argumentativa: em processos comunicativos (debates, discursos, textos), extrair argumentos explícitos e implícitos, e decompô-los em elementos básicos (conclusão e premissas).
* Avaliação Argumentativa: avaliar argumentos a partir dos critérios de validade e veracidade.

7°. Teste seus conhecimentos e verifique suas maiores dificuldades a partir de um simulado, como, por exemplo, a prova do simulado realizado pela Facisa no último mês de outubro ou em sites como: http://enadepucrs.uni5.net/enadepucrs/prova-direito/

O ENADE é a oportunidade que os (as) alunos (as) têm de confirmar a qualidade e a potencialidade dos seus estudos adquiridos ao longo do Curso. Fazer uma boa prova no dia 25 de novembro é o coroamento que os pré-concluintes e concluintes terão de confirmar a qualidade e o diferencial do futuro profissional de excelência - Bacharel em Direito ou Administração. E seu Diploma será o passaporte para novas conquistas, principalmente em ter no histórico escolar um bom conceito na prova do ENADE!

Estamos todos juntos nesta empreitada, alunos, professores e coordenação,  pois como uma sociedade em rede trabalharemos para que todos tenham sucesso na vida profissional, dando grandes exemplos de humanismo e compromisso com o processo de ensino e aprendizagem.